O e-Learning Lab da ULisboa atua como unidade de apoio a docentes e investigadores da Universidade de Lisboa na integração das tecnologias no Ensino e Investigação. Procura promover a utilização de aplicações online no suporte a uma formação mais atual e inovadora, modernizando o ensino presencial e estimulando o desenvolvimento de práticas de b/e-learning.

Formação em Modelação e Impressão 3D

Para finalizar o mês de junho a equipa do e-Learning Lab participou num workshop sobre modelação e impressão 3D que ocorreu no Future Teacher E-ducation Lab com a Beeverycreative. Estas ações visam conhecer tecnologias emergentes que podem trazer benefícios na aprendizagem. Apesar da modelação ser algo comum em áreas específicas, hoje em dia encontramos um conjunto de software muito mais intuitivo que nos permite transferir o conhecimento para outras áreas científicas que habitualmente não usam este tipo de tecnologia.

Uma Escola, Uma Iniciativa de e-Learning - Sessão com a Faculdade de Psicologia

 

No início do ano civil o e-Learning Lab avançou com o projeto "Uma Escola, Uma Iniciativa de e-Learning" tendo em vista a criação de iniciativas de e-Learning nas Escolas da Universidade de Lisboa para o ano letivo 2015/2016. São várias as direções de Escolas que aderiram às primeiras reuniões:

  • Faculdade de Arquitetura
  • Faculdade de Belas-Artes
  • Faculdade de Farmácia
  • Faculdade de Letras
  • Faculdade de Medicina Veterinária
  • Faculdade de Motricidade Humana
  • Faculdade de Psicologia
  • Instituto de Ciências Sociais
  • Instituto de Geografia e Ordenamento do Território

Desde então que têm sido operacionalizadas outras atividades, decorrentes da primeira sessão com as direções.

No dia 23 de junho a equipa do e-Lab esteve a fazer uma sessão com docentes da Faculdade de Psicologia, onde foram abordadas algumas estratégias pedagógicas com o uso de ferramentas digitais de apoio às atividades presenciais (Kahoot, Office Mix e Sistema de Web Conferência Colibri). Estas ferramentas serviram de mote de discussão para a implementação de iniciativas de e-Learning como o flipped-classroom, o desenvolvimento de cursos em blended-learning e totalmente a distância.

Esta sessão teve lugar no Future Teacher E-ducation Lab que está sediado nas instalações da Faculdade de Psicologia e no Instituto de Educação.

Visita de docente da Universidade Pedagógica Estadual da Arménia ao e-Learning Lab da ULisboa

O e-Learning Lab recebeu no início do mês de junho o Professor Hovik Melkonyan, que se encontra atualmente na Faculdade de Arquitetura da ULisboa ao abrigo do Erasmus Mundus.

A sua visita teve como propósito conhecer o e-Learning Lab da Universidade de Lisboa, já que na Arménia o Professor Melkonyan é um dos responsáveis do Laboratório de e-Learning (entidade que desenvolve os cursos totalmente a distância das Instituições de Ensino Superior Armenias). Foram discutidas possibilidades de colaboração entre estes dois laboratórios.

Apresentação de Poster no Challenges 2015

Nos passados dias 14 e 15 de maio, a equipa do e-Learning Lab marcou a sua presença na IX Conferência Internacional de TIC na Educação (Challenges 2015) com a apresentação de um poster, intitulado "Avaliação da Qualidade em e-Learning: o referencial ECBCHECK na ULisboa".

Resumo: O e-Learning Lab, enquanto unidade responsável pelo apoio à implementação do programa de e-Learning da Universidade de Lisboa, reconhece a importância de avaliar a qualidade dos mestrados e cursos de curta duração, oferecidos em regime totalmente a distância ou misto. Assim, o presente trabalho incide precisamente na avaliação da qualidade em e-Learning, mais precisamente através da utilização do referencial E-learning in Capacity Building Check (ECBCheck). Com esta avaliação pretendemos identificar aspetos a serem melhorados, sempre numa lógica incremental, de melhoria contínua, procurando o estabelecimento de mecanismos de garantia da qualidade.
 

Conteúdo licenciado nos termos da Licença Creative Commons "Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos"

Este site encontra-se em processo de transição para o Acordo Ortográfico de 1990.